Os 10 países da OCDE com os salários mais altos

O objetivo de formar a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico no ano de 1961 foi o crescimento econômico e o comércio internacional, e até agora houve progressos notáveis ​​nos países membros. As nações membros da OCDE são consideradas países desenvolvidos porque possuem economias de alta renda e altos índices de desenvolvimento humano. Até agora, a OCDE tem 35 estados membros que contribuem para a organização para sua manutenção porque a organização é não governamental. Alguns dos estados membros incluem o Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, França, China, Áustria, Dinamarca, Canadá, Espanha e Turquia, entre muitos outros. A organização foi criada para criar uma plataforma para o desenvolvimento do mercado e alcançar o crescimento econômico e, até o momento, alguns países são melhores que os outros.

Países da OCDE com os maiores salários

Luxemburgo

O Luxemburgo é o principal país entre os estados da OCDE com o maior rendimento de cerca de 63 milhões de dólares por ano. O salário mínimo em Luxemburgo está entre os mais altos do mundo, onde um adulto ganha uma estimativa de 2.000 euros em uma semana tornando o país imbatível por outros países membros da OCDE, uma vez que os trabalhadores obtêm altos rendimentos. Um trabalhador altamente qualificado recebe 2.300 euros por semana, e o número de desempregados é relativamente baixo no país, levando-o à sua alta taxa salarial.

Estados Unidos

A taxa salarial média dos trabalhadores nos Estados Unidos é de 60.000 dólares anuais, fazendo com que o país seja o segundo país entre os países da OCDE com os salários mais altos por ano. O salário médio dos trabalhadores, dependendo dos níveis de educação adquiridos entre outros fatores, é de 800 dólares por semana. Este valor varia de acordo com a localização e nível de escolaridade adquirido, no entanto, as diferenças salariais entre homens e mulheres, bem como as populações branca e minoritária são também questões que afetam os salários.

Suíça

Os trabalhadores da Suíça fazem aproximadamente 60.000 dólares em um nível anual, o que é um pouco menor do que o que os trabalhadores nos EUA ganham anualmente. Os salários no país são altamente dependentes da idade, do nível de educação e da região onde se trabalha, mas o salário médio de um trabalhador na área é de 11.000 por ano.

Islândia

Trabalhadores na Islândia fazem aproximadamente 55.000 dólares anualmente. O salário depende de fatores críticos como idade, sexo, cidade ou cidade onde se trabalha, nível de educação e experiência, mas em geral, a taxa de salários é alta, o país está entre os dez principais países dos países da OCDE.

Objetivo da OCDE

Os membros da Organização para o Desenvolvimento Econômico e de Cooperação tinham o objetivo de melhorar o setor econômico e de marketing de suas nações através do compromisso e apoio mútuo. Os membros tiveram sucesso e cresceram suas economias, enquanto há aqueles que não se saíram muito bem, mas ainda estão tentando. A formação dessa organização não-governamental foi a melhor idéia, mas eles poderiam ter recrutado nações que ainda estão se desenvolvendo para impulsioná-las e aumentar suas economias, assim como obter uma economia mundial melhor.

Os 10 países da OCDE com os salários mais altos

ClassificaçãoPaísSalário Médio (USD PPP)
1Luxemburgo62, 636
2Estados Unidos60, 154
3Suíça60.124
4Islândia55, 984
5Noruega53.643
6Países Baixos52.833
7Dinamarca52, 580
8Austrália52, 063
9Irlanda51, 681
10Bélgica49, 587