O que as cores e os símbolos da bandeira de Honduras significam?

Honduras adotou sua bandeira nacional em março de 1866. No entanto, a bandeira sofreu algumas modificações em 1898, quando cinco estrelas azuis foram adicionadas, e permaneceu inalterada desde então. O desenho da bandeira foi inspirado na bandeira da República Federal da América Central, da qual Honduras era membro.

Descrição

A bandeira nacional de Honduras é projetada com proporções de largura de comprimento de 2: 1. A bandeira apresenta uma banda tripla que é executada horizontalmente. As bandas superior e inferior são azuis e imprensam uma faixa branca. As três bandas são de largura igual. Na faixa branca média estão cinco estrelas, dispostas para formar um padrão “X”. As estrelas são de cinco pontas e são todas azuis. O design é diferente no estandarte civil das nações, que mantém as proporções e tri-band, mas também apresenta o brasão do país, que é centrado na faixa branca. As cinco estrelas são organizadas de maneira diferente no estandarte civil, pois formam um arco abaixo do brasão de armas.

Simbolismo

As duas bandas azuis representam os dois oceanos (o Pacífico e o Mar das Caraíbas) que rodeiam o país. A cor azul também representa os laços de fraternidade ou os céus azuis vistos pelo país. A faixa branca média representa a área terrestre de Honduras que fica entre dois oceanos. Diz-se também que as brancas representam as virtudes da pureza, paz e prosperidade entre os habitantes. As cinco estrelas representam os cinco países que compunham a agora extinta República Federal da América Central. A representação desses países mostra o otimismo em Honduras sobre o renascimento da República Federal da América Central.

Brazão

O Brasão de Armas lembra muito o que a vizinha Guatemala tinha em 1843. O brasão apresenta um oval branco que encapsula um vulcão, um triângulo, duas torres ligadas por um arco-íris e o sol. O arco-íris e o sol dentro do triângulo se assemelham ao Olho Maçônico. No oval branco está a inscrição “República de Honduras Livre, Soberana e Independiente 15 de setembro de 1821” que se traduz em “República de Honduras, Livre, Soberana, Independente 15 de setembro de 1821”. O compartimento possui falésias calcárias que ficam entre seis árvores de folha caduca, três carvalhos e três pinheiros. Duas minas parecem atravessar o lado esquerdo da cordilheira. Existem diferentes ferramentas no fundo do círculo branco; uma marreta, uma cunha, um martelo e uma furadeira. A crista apresenta um tremor de setas de cores diferentes sobre “os chifres da abundância”, que têm dois ramos de flores nas bordas.

Simbolismo

O triângulo representa liberdade e igualdade no país. As duas torres dizem representar a preparação do país para se defender e também defender a independência do país. O tremor de flechas é em homenagem aos habitantes nativos de Honduras. As minas e ferramentas de mineração no compartimento representam a indústria de mineração no país, e as seis árvores de folha caduca são incorporadas, simbolizam a abundância de riqueza natural em Honduras. A inscrição no oval branco indica a data em que o país conquistou a independência.